quarta-feira, 31 de agosto de 2016

UTOPIAS PRIVADAS, poema de Ana Hatherly

Imagem encontrada em http://livrespensadores.net/

Utopias privadas
as palavras
são micro-horizontes
revelação
de um deserto-oceano
que nos enche
de um vazio sem fundo

Embalados por palavras
escutamos
em imagens-falas
o atrevimento do amor
que nos move
                 comove
                     estrangula

Enlouquecidos pela dor
cobrimo-nos com o barro das palavras

In «O Pavão Negro», poesia de Ana Hatherly (com prefácio de Ana Hatherly e Paulo Cunha e Silva), colecção «Poesia Inédita Portuguesa», Assírio & Alvim, Lisboa, Abril de 2003 (1.ª edição).

Sem comentários:

Enviar um comentário