quinta-feira, 11 de agosto de 2016

[No limiar], poema de Júlio Pomar

Imagem encontrada em http://www.cm-porto.pt/ – «No limiar da visibilidade» é o título 
de uma exposição de Wolfgang Tillmans, fotógrafo que exibe o seu trabalho em Serralves 

No limiar
ficavas. Foi-se o calendário.
Não houve festas. Um ou outro aviso.

Apenas um
murmúrio. Ou elo
aberto. O que tu não
dizias.

Alguma pena, talvez saudades, outros vagares.

In «Alguns eventos», poesia de Júlio Pomar (com um desenho do autor), Publicações Dom Quixote, Lisboa, Novembro de 1992 (1.ª edição).

Sem comentários:

Enviar um comentário