quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

[um artista é exactamente como as tais partículas da física], registo diarístico de Miguel Torga

Imagem retirada de garanhunslivre.blogspot.com    
Coimbra, 19 de Setembro – Pois então saibam: um artista é exactamente como as tais partículas da física de que não há possibilidade matemática de traçar o destino. Se somos determinados, por que não prevêem o poema que eu vou escrever?




In «Diário (5.º volume)», de Miguel Torga, edição de autor, Coimbra, 1974 (3.ª edição, revista).

Sem comentários:

Enviar um comentário