sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

«Faze que a tua vida seja o que te nega», poema de João José Cochofel

Foto retirada de http://cvc.instituto-camoes.pt/
Faze que a tua vida seja o que te nega.
A luta é tua: fá-la.
Agora, os sonhos em farrapos,
melhor é a luta que pensá-la.

Ergue com o vigor do teu pulso;
solda-o em aço.
E da tua obra afirma.
– Sou o que faço.

In «Obra Poética» [«Sol de Agosto», 1941], de João José Cochofel, colecção «Obras Completas», Editorial Caminho, Lisboa, Dezembro de 1988 (1.ª edição)

Sem comentários:

Enviar um comentário