terça-feira, 21 de janeiro de 2014

[Crepita o lume a compasso], poema de João José Cochofel

Antonio Vivaldi (1678-1741) 
Imagem encontrada em http://www.classicfm.com/composers/vivaldi/

Crepita o lume a compasso
na música de Vivaldi.
Traz a quentura interior
ao calor que até à pele
vem das achas da lareira.

Gozo um casulo só meu
que as técnicas de outros homens,
longe, solidários, dão.

In «Obra Poética» [«Quatro Andamentos», 1964], de João José Cochofel, colecção «Obras Completas», Editorial Caminho, Lisboa, Dezembro de 1988 (1.ª edição).

Sem comentários:

Enviar um comentário