quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Poema «XXIII» de HERÓICAS (1936-1937-1938), de José Gomes Ferreira

Fotografia encontrada em http://www.acores.net/ 

(Vivo cercado de grades! Vivo cercado
de grades!)

Já não é o amor do mundo
que me impele contra as grades.
Mas esta dor de vergonha
diante das pedras e das árvores
a acusarem-me de ramos estendidos:
«Eh! covarde dos pequenos minutos
coroados de pétalas de tédio
nega ao menos o teu destino vil
de morrer em vão!»

In «Poeta militante – Viagem do Século Vinte em mim» (1.º volume), obra poética completa de José Gomes Ferreira, colecção «Círculo de Poesia», Moraes Editores, Lisboa, Outubro de 1977 (1.ª edição).

Sem comentários:

Enviar um comentário