quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Poema «XIX» de AREIA (1938), de José Gomes Ferreira

Imagem encontrada em http://www.baudesentimentos.com.br/

Oh! a primeira pegada
na areia molhada…

E um homem de pé
a olhar em redor
para o sonho do céu,
dos peixes e das ondas,
num querer arrancar-lhe
a dor da realidade.

Oh! a primeira pegada
na areia molhada…

E a sombra dum homem
a erguer-se dos seixos
com pés de deusa azul
para atravessar, sozinha,
as águas e as nuvens…
– e ir criar o mundo
com mãos de tempestade…

In «Poeta militante – Viagem do Século Vinte em mim» (1.º volume), obra poética completa de José Gomes Ferreira, colecção «Círculo de Poesia», Moraes Editores, Lisboa, Outubro de 1977 (1.ª edição).

Sem comentários:

Enviar um comentário