segunda-feira, 17 de março de 2014

«mnemónica platónica que nada tem a ver com a poesia», poema de maria toscano

Imagem encontrada em http://kelpney.blogspot.pt/

todos
farsentos
ternurentos
sedentos
– mesmo os isentos –
somos instrumentos

do Amor

Coimbra, R. Bonfim, 22 Julho 2003

In «a artesã do desengano», de maria toscano, Pé de Página Editores, Coimbra, Novembro de 2003 (1.ª edição).

Sem comentários:

Enviar um comentário