sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

"A Sociedade", de Ricardo Kalash



A Sociedade”, de Ricardo Kalash (pseudónimo de Henrique Ricardo Pereira Marques da Silva), é a segunda obra dramática publicada pelo autor, inserida na colecção “Alquimias”, sob a chancela da editora Mar da Palavra.

Em muitas das aldeias, vilas e cidades do nosso país, coexistem sociedades de instrução, bandas, grémios, associações culturais e recreativas, muitas das quais centenárias na idade e nas práticas do dia-a-dia. Rara será a localidade em que duas destas associações, fruto da própria história, não nutram mútua antipatia, rivalidade ou mesmo uma cómica inimizade íntima. Uma nascida no seio da monarquia antipatiza com outra de índole republicana; outras digladiam-se intestinamente, à imagem dos partidos políticos da 1.ª República, que lhes deram a origem; outras ainda, por terem nascido afectas aos valores do corporativismo, não se dão com os jacobinos da porta ao lado…
Em muitos destes casos, nos dias de hoje, a causa dessas disputas jaz esquecida. Contudo, as quezílias sobrevivem… Caberá às gerações futuras fazer a súmula de tanta incompreensão e de tantos equívocos, para que um novo espírito associativo, forte e moderno, possa nascer!
Destes pressupostos nasceu um texto: “A Sociedade”.
Trata-se de um texto original que Ricardo Kalash dedica ao Mestre José da Silva Ribeiro, o qual foi, durante largas décadas, encenador da SIT, em Tavarede. Figura que, segundo o autor, “marcou não só o grupo teatral onde encenava, mas a Figueira da Foz, como um todo. O Mestre José Ribeiro foi exemplo, no seu dia-a-dia, de práticas que o tempo nunca tornará caducas, nem no que ao trabalho artístico diz respeito nem na vida. O culto do rigor, da perseverança e da consideração pelo próximo. Só assim, acreditava ele, e eu também, é possível ver o teatro regenerar-se, qual Fénix, na procura eterna do justo e do perfeito, do belo e do saber, em suma da Arte.”
……………………………

O AUTOR:
Ricardo Kalash nasceu em 1970. Iniciou-se nas lides teatrais, no Teatro dos Estudantes da Universidade de Coimbra (TEUC), faz vinte e um anos. Actuou para variadíssimos grupos, destacando-se a sua colaboração, de longa data, com “A Escola da Noite”, companhia de teatro profissional de Coimbra, onde foi buscar muitas das ferramentas teatrais que domina. Ajudou a fundar o “Teatro Anónimo”, grupo de teatro de Coimbra, onde encenou, actuou e desesperou com a falta de meios. Actuou na EXPO’98, do primeiro ao último dia, altura de que guarda gratas recordações. Realiza, desde há dez anos, um trabalho regular de formação e de encenação em grupos de teatro amador, distinguindo-se a sua passagem por Trancoso e a sua colaboração, durante sete profícuos anos, com “A Casa do Teatro”, grupo local que ajudou a nascer e a morrer… Dirige, desde a sua fundação, o grupo de teatro da Liga dos Amigos do Museu Nacional de Machado de Castro. A partir de 2008, coordena os trabalhos de “Curral da Mula”, grupo de teatro amador de Abrunheira (Montemor-o-Velho), no seio do qual nasceu este texto. “A Sociedade” foi levado a cena, pela primeira vez, a 16 de Janeiro de 2010.
Ricardo Kalash tem três grandes paixões! Lela (a sua mulher), Rosa (a sua filha) e o Teatro. Republicano convicto, tem uma utopia que o sustenta. Acredita numa sociedade baseada em três pilares: a Liberdade, a Igualdade e a Fraternidade.
………………

FICHA TÉCNICA:
Livro: A Sociedade
Autor: Ricardo Kalash
Capa e contracapa: Reprodução fotográfica, por Ricardo Kalash, de peça artesanal portuguesa
Editora: Mar da Palavra - Edições, Lda.
Colecção: Alquimias (N.º 3)
PVP: 10,60 €
N.º de páginas: 78
Formato: 13,0 x 19,0 cm
ISBN: 972-8910-44-0 (EAN: 978-972-8910-44-0)

………………  

Registo de notícias e outras referências:
http://webcache.googleusercontent.com/search?q=cache:NcZ_LtmuRcAJ:weblog.aescoladanoite.pt/%3Ftag%3Dricardo-kalash+%22A+Sociedade%22,+de+Ricardo+Kalash&cd=5&hl=pt-PT&ct=clnk&gl=pt
http://cultura.sapo.pt/detalhe_evento.aspx?id=93986
http://www.facebook.com/event.php?eid=207704809246962&index=1

Sem comentários:

Enviar um comentário