segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

«SOROR MARIANA – BEJA / SOPHIA DE MELLO BREYNER ANDRESEN», poema de Eugénio de Andrade

Fotografia de Gonçalo Correia, encontrada em http://migasdeespargos.blogspot.pt/

Cortaram os trigos. Agora
A minha solidão vê-se melhor.

In «Alentejo não tem sombra», de Eugénio de Andrade (Antologia da Poesia Moderna sobre o Alentejo, com um desenho de Armando Alves), colecção «Pequeno Formato» (n.º 3), Edições ASA, Porto, Outubro de 2001 (4.ª edição).

Sem comentários:

Enviar um comentário