segunda-feira, 16 de novembro de 2015

A IDADE, poema de Carlos Nejar

Foto de Leonardo Lopes em www.leolopesphotographia.blogspot.com

Falou e disse um pássaro,
dois sóis, uma pequena estrela.
Falou para que calássemos
e disse amor, penúria, brevidade.
E disse disse disse
a idade da eternidade.

In «Brasil 2000 - Antologia de Poesia Contemporânea Brasileira», organizada por Álvaro Alves de Faria, Alma Azul, Coimbra-Castelo Branco, Outubro de 2000 (1.ª edição).

Sem comentários:

Enviar um comentário