quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

«Dorme», poema de Jorge Aguiar Oliveira

Imagem encontrada em https://www.dicio.com.br

podes dormir
dormir o dia todo
todos os dias
pelos dias

podes ir dormir
dormir
ignorando emoções
as lágrimas

continua a dormir
a dormir
para acordares
somente
quando sentires
a festa da morte
na tua face
                    até lá

segue a dormir
no desconhecido
respirando
tranquilamente

vá, dorme

In «Ranço», de Jorge Aguiar Oliveira, Colecção «Azulcobalto» – Poesia (n.º 19), Companhia das Ilhas, Lajes do Pico, Março de 2014 (1.ª edição).

Sem comentários:

Enviar um comentário