quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

«Arrabalde monótono 1», poema de Jorge Aguiar Oliveira

Imagem encontrada em http://reencontros-dinamc.blogspot.pt

malmequeres papoilas
papoilas malmequeres
cacos de vidro papelão
fios de corda dois passos

papoilas malmequeres
malmequeres papoilas
saco de plástico cavilha
madeiras e mais três

malmequeres papoilas
papoilas malmequeres
sola de sapato alumínio
lata de ferrugem passo

papoilas malmequeres
malmequeres papoilas
ossos de ave caracóis
colher passos à deriva

malmequeres papoilas
papoilas malmequeres
resto de janela varejeiras
brilhos sob um passo

papoilas malmequeres
malmequeres papoilas
folha de jornal oleado
encalhado na miséria

papoilas malmequeres
malmequeres papoilas
frente ao horizonte
mortos de pé sobre pés

In «Ranço», de Jorge Aguiar Oliveira, Colecção «Azulcobalto» – Poesia (n.º 19), Companhia das Ilhas, Lajes do Pico, Março de 2014 (1.ª edição).

Sem comentários:

Enviar um comentário