terça-feira, 10 de março de 2015

«Amor é o olhar total, que nunca pode», poema de Fiama Hasse Pais Brandão

Fiama Hasse Pais Brandão – Foto encontrada em http://lavalsedesombres.tumblr.com/

Amor é o olhar total, que nunca pode
ser cantado nos poemas ou na música,
porque é tão-só próprio e bastante,
em si mesmo absoluto táctil,
que me cega, como a chuva cai
na minha cara, de faces nuas,
oferecidas sempre apenas à água.

In «366 Poemas que Falam de Amor», antologia organizada por Vasco Graça Moura, Quetzal Editores, Lisboa, Fevereiro de 2009 (3.ª edição).

Sem comentários:

Enviar um comentário