sexta-feira, 21 de novembro de 2014

DESPEDIDA, de Yvette Kace Centeno

Fotografia encontrada em https://avesdosazores.wordpress.com/
Saudades terei
só do jardim
da corrida dos melros
sobre a relva
do bailado dos gansos
sobre o lago
e do luar
nas noites de Verão
depois de um pacato
entardecer

Recordo ainda
o coaxar das rãs
melancólico, hipnótico
no jardim envolvente
parecendo voar

In «Canções do Rio Profundo» (poesia), de Y. K. Centeno (com uma pintura de Jacinta Andrade), colecção «pequeno formato» (n.º 25), Edições ASA, Porto, Novembro de 2002 (1.ª edição).

Sem comentários:

Enviar um comentário